o método

image198

O método Pilates

É um programa de condicionamento físico completo que se concentra nos músculos que são considerados a chave da boa postura: as quatro camadas dos músculos abdominais, os glúteos e os músculos da região lombar, que juntos formam a estrutura de suporte da coluna e da bacia, o que Pilates chamou de “Centro de Força” (Power House). A partir daí, trabalham-se braços e pernas, desenvolvendo-se músculos definidos, delgados e longos, aumentando-se a força e a flexibilidade. A maioria dos quase 500 exercícios desenvolvidos se utiliza da posição reclinada ou deitada, que permite exercitar-se sem forçar o coração. O trabalho é indicado para adolescentes, adultos e pessoas da terceira idade.

A execução dos exercícios exige total concentração mental para manter ativo o Centro de Força ao se movimentar braços e pernas coordenadamente com a respiração. São poucas repetições porém, com grande variação de movimentos, o que torna a aula interessante e divertida. As aulas podem ser individuais ou em grupo. Para que se alcance o resultado almejado, a freqüência mínima deverá ser de 2 aulas semanais.

O Método de Condicionamento Fisico Pilates, é uma programa abrangente de exercicios e reabilitação, criado no inicio do século 20, pelo alemão Joseph H.Pilates. Ele e sua esposa Clara, trabalharam no desenvolvimento e aperfeiçoamento deste método de treinamento ao longo de 60 anos, criando um método de consciência corporal aliado à exercicios que restaura, revigora, fortalece , educa e cura o corpo.

Usando os equipamentos criados por Joseph Pilates, os praticantes são desafiados a melhorar a postura , alinhamento corporal, coordenação, circulação sanguinea e equilibrio ao mesmo tempo que desenvolve força, aumenta a flexibilidade e melhora o padrão de movimento.

Hoje o Método Pilates é procurado tanto pelos beneficios em reabilitação como em fitness. A qualidade de baixo impacto e associado à ênfase na qualidade de execução dos movimentos (no lugar de repetições intermináveis) torna o Pilates perfeito para qualquer idade, tipo físico ou nível de condicionamento físico. Membros da comunidade médica cada vez mais reconhecem o Método Pilates como um dos mais eficazes para tratamento de dores causados por desequilibrios posturais.

Quem foi Joseph Pilates

image199

Joseph H. Pilates nasceu na Alemanha em 1880. Como foi uma criança que sofria de asma, raquitismo e febre reumática, dedicou-se durante toda a vida à tarefa de tornar-se fisicamente forte. Na juventude, tornou-se especialista em fisiculturismo, mergulho, esqui e ginástica. Com 14 anos, estava em tão boa forma que podia posar para mapas de anatomia.

Em 1912, mudou-se para a Inglaterra, onde passou a ganhar a vida como lutador de boxe, artista de circo e instrutor de auto-defesa.

Em 10 sessões você sentirá uma diferença, em 20 ,
voce verá a diferença e em 30 você terá um corpo totalmente novo!”
- Joseph Pilates

Durante a Primeira Guerra Mundial, foi considerado “estrangeiro inimigo” e colocado em um campo de concentração com outros alemães. Ali, tornou-se enfermeiro e treinou outros internos com exercícios de cultura física que havia criado porém adaptando à cama do hospital, molas, roldanas e cordas, possibilitando assim, o melhoramento do condicionamento físico dos pacientes impossibilitados de saírem da cama. Tal experiência deu origem aos atuais aparelhos.

Sua técnica foi reconhecida quando nenhum dos seus adeptos sucumbiu à uma epidemia de gripe que matou milhares de pessoas em outros campos na Inglaterra em 1918.

Após a guerra, Pilates continuou com os programas de condicionamento físico, aperfeiçoando-se ainda mais com técnicas de yoga.

Em 1926 emigrou para os EUA e fundou seu estúdio em Nova York, junto com sua mulher Clara, onde conquistou seguidores, especialmente entre os membros da comunidade artística. Dançarinos famosos como Martha Graham e George Balanchine tornaram-se devotos do seu método, que ele denominou de “Contrologia”.

Joseph morreu em 1967, aos 87 anos. Atualmente existem centenas de estúdios de Pilates e diversos Centros de Formação Profissional do método nos EUA, Canadá, Inglaterra e Brasil.


Quem é Inez Fontoura

image203

Sempre interessada em corpo e movimento resolveu, aos 18 anos, estudar diversos tipos de dança. Tendo encontrado dificuldades com seu proprio corpo e também na busca de compreender os mecanismos que envolvem a construção do gesto perfeito, optou por cursar Educação Fisica na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi lá que ganhou de presente o livro “O Corpo Tem Suas Razões” de Therèse de Bertherat, (idealizadora do método Antiginástica) o qual lhe indicou novamente o rumo que queria seguir na sua busca de estudar técnicas relacionadas aos “mistérios” da postura humana.

Ao graduar-se, seguiu para a França e, durante dois anos, estudou com precursores das técnicas corporais, como Françoise Mèziers, Louise Erhenfried, Eutonia, Feldenkreis e Sylvie Böe. Em seguida, foi convidada a estagiar com Therèse de Bertherat (Antiginástica) e Philippe Souchard (RPG). Nesta época conheceu o osteopata Bernard Quef, descobrindo assim esta técnica inovadora de grande auxílio nos desequilíbrios posturais.Com todo esse conhecimento, voltou ao Brasil e convidou os professores Bernard Quef e Philippe Souchard, para formar a primeira turma de Osteopatia e de RPG, respectivamente, no Brasil.

Após 12 anos trabalhando com Antiginástica e RPG, novos questionamentos relativos a movimento, fortalecimento e desenvolvimento da musculatura em geral surgiram. Foi quando conheceu o método Pilates. Foi um verdadeiro encontro, uma vez que esse método baseia-se nos mesmos princípios de correção e organização da postura utilizados na Antiginástica e no RPG. Formou-se pela escola de Pilates americana, Polestar Education, dirigida por Brent Anderson, em Salvador, Bahia. Inaugurou seu novo espaço em 2001, no Rio de Janeiro, onde, com sua equipe, ministra aulas de Pilates.

image204
Podemos encontrar um novo prazer no movimento e alimentar nosso entusiasmo, objetividade e vitalidad

Transformação

Ao completar dez anos ensinando Pilates, uma série de questionamentos me impulsionou a buscar respostas…Foi quando decidi ir ao encontro de Wendy Le Blanc Arbuckle, seguindo a indicação de Mariah Pelle Sotelino, instrutora de Pilates americana, que havia trabalhado comigo durante 1 ano e meio no início do Studio, que retornou aos EUA e foi trabalhar com Wendy. Desde então, sempre me falava o quanto a minha forma de pensar e a minha bagagem profissional tinha ressonância com o trabalho que Wendy desenvolvia.Wendy me convidou a participar do programa “Passing The Torch Program” idealizado pela Balanced Body Faculty, que tem como objetivo, encontrarmos um Mentor, Orientador , entre os mais renomados professores de Pilates nos EUA. Este Programa consiste em 3 semanas de curso intensivo no estúdio da Wendy, ao longo de 1 ano.Requer muita leitura ,estudos, trabalhos e um Projeto de conclusão/certificação.

Como podemos nos conectar com a gravidade, usando-a como ferramenta na sustentação e flutuação do nosso corpo na verticalidade” - Wendy Le Blanc Arbuckle

Em outubro de 2010, comecei a formação nos principios do 3 CoreConnections® Perspective, que é uma reveladora perspectiva aonde analizamos o corpo com a visão tridimensional, integrando os pés à base do crânio.Com ela, descobri uma nova abordagem para ensinar Pilates, em que a relação entre os três cores do corpo (inferior, central e superior) com a gravidade é a chave para a facilitação e evolução na prática do método. A partir da compreensão de trajetos específicos da fáscia que liga os três cores e de sua relação com o diafragma, encontraremos o suporte que permitirá a fluidez e leveza em movimentos que antes lutávamos para conseguir realizar.Para mim, após todos esses anos, o CoreConnections®Pilates foi um divisor de águas. Gostaria de divulgar e difundir essa ferramenta na nossa comunidade de profissionais que estão sempre em busca de aprimoramento no seu trabalho.

quem é Wendy


Há 40 anos Wendy trabalha com técnicas corporais holísticas, se considera uma eterna estudante. Estudou com os 5 professores de Pilates da 1ª geração (que estudaram diretamente com Joseph Pilates), começando com Romana, Mary Bowen, Kathy Grant, Ron Fletcher e Alan Herdman, estes mestres, juntamente com os estudos de Yoga, Crânio Sacro,Shiat-su, Integração Estrutural (Ida Rolf), Carl Stough (Breathing Coordination) e Método de Respiração Buteyko, inspirou-a na criação do incomparável e único 3 CoreConnections® Perspective, que estuda profundamente os princípios universais que fundamentam o movimento integrado de corpo inteiro.Este ponto de vista faz com que cada um pense em si mesmo como um TODO e não como peças e partes (abdominais, pescoço, ombros, flexores do quadril, etc). Esta perspectiva muda nossa forma de compreender o movimento e permite que o corpo se mova em harmonia com o campo gravitacional.Foi uma das fundadoras do PMA e atualmente, dirige o Centro de Pilates de Austin, no Texas, aonde reside.

3 CoreConnections® Perspective

Essa versão tri dimensional esclarecedora mapeia o corpo humano em três centros (Cores): Inferior, Central e Superior, dos pés à base do crânio, possibilitando aumentar nossa compreensão e análise de qualquer movimento, levando-nos a enxergar além do exercício em si, levando à identificação da necessidade de cada indivíduo.Dentro dessa perspectiva, aprendemos, a partir da inteligência nata do corpo, a perceber e a sentir as direções e trajetos do movimento no corpo: “UP THE FRONT” (sobe pela frente), “DOWN THE BACK” (desce pelas costas), e as espirais que acontecem através de todo o corpo.A “SHOULDER BLADE TO DEEP BELLY” (escápula para abdômen profundo) consiste na conexão entre as partes superior e inferior do corpo, e representa a relação entre o “UP THE FRONT” e o “DOWN THE BACK”. A sensação de “cachoeira nas costas” e a suspensão interna do “UP THE FRONT” estabelece uma conexão frente-costas, criando espaço interno e permitindo que o diafragma funcione mais livremente, otimizando a respiração.A gravidade é o ponto chave. Somo orientados em relação a ela através do Sistema Vestibular do corpo, nosso mecanismo de equilíbrio. Por exemplo: o alinhamento do ouvido interno/occipital com centro da bacia e o centro do tornozelo permite a propiocepção de que os pés “seguram” a cabeça. Isto nos leva ao alinhamento dos “Cores”, desencadeando a coordenação e organização internas que acontecem naturalmente, opondo-se às auto-correções que forçam mudanças posturais.



image205
image206

Podemos encontrar um novo prazer no movimento e alimentar nosso entusiasmo, objetividade e vitalidade na prática diária como professores.” - Wendy LeBlanc-Arbuckle


image207


O conceito de Core sob essa perspectiva, se traduz na relação do individuo com a gravidade, o outro e o ambiente que nos cerca.” - Wendy Le Blanc Arbuckle

image208

"Ao conectarmos com a inteligência profunda do corpo, guiada pela respiração, as costas se abrem, nossos orgãos ganham espaço para funcionar e o corpo descobre o suporte interno” - Wendy Le Blanc Arbuckle

Baby Birds with Wendy

Assista a este vídeo incrível

sobre nós

Mariah Pelle Sotelino  #insightpilates

Equipe

Sempre interessadas em aperfeiçoar e aprofundar  nossos conhecimentos recebemos Mariah Pelle para um workshop aonde descobrimos  como

ensinar o movimento do ponto de vista do corpo;

explorando a biointeligência e a tensegridade do seu cliente.

image209


Mariah é instrutora de Pilates certificada pela PMA com mais de 1500 horas de treinamento e ensinou 10,000 horas. Mariah ensina Pilates há 17 anos, tanto nacional como internacionalmente. Mariah é professora da 3ª Geração, tendo treinado com dois 

Professores Mestres de segunda geração: Wendy LeBlanc-Arbuckle e Carrie Samper

 

#insightpilates 

WORKSHOPS REALIZADOS EM 2011/2013/2014

image216


“Core” sob outro ponto de vista teórico-prático
A mais nova perspectiva para o trabalho corporal e fitness

Wendy Le Blanc Arbuckle
Criadora do Método 3CoreConnections® Perspective
Diretora do Pilates Center of Austin – TX, USA
Integração Estrutural
Método Buteyko de respiração
Professora de Pilates – PMA

Conteúdo Programático
• O corpo visto como Organismo Inteligente
• Nossa parceria com a gravidade
• Sistema vestibular
• “Arcos de suspensão”
• Função dos pés
• Respiração e postura
• Consciência da tridimensionalidade do corpo
• Vivenciando a relação indivíduo + gravidade + ambiente
• Apresentação do “ANEL CORE CONNECTOR”

Público alvo:
Profissionais de Educação Física, Educação Somática: (Técnica de Alexander, Feldenkrais, Ginástica Holística, Anti-ginástica), dança, RPG, yoga, fitness e todas as disciplinas que estudam o corpo em movimento.

Data: 8 de novembro de 2013 (6ª feira)
Horário: 9 às 16hrs
Local: R.Visconde de Pirajá 177/301 – Ipanema, Rio de Janeiro
Investimento: R$ 650,00
Tradução simultânea
Vagas limitadas

Maiores informações: (021) 2247-8797

image217

Acima: O ouvido interno é o primeiro sentido que acorda ainda no útero e é a partir desse sentido que descobrimos a nossa relação com a gravidade e o nosso senso de equilibrio. Quanto nos permitimos estabelecer uma “parceria com a gravidade”, acordamos nossos “sistemas perceptivos e receptivos”, um portal para um modo de vida sensível

Core na perspectiva do corpo Conhecido mundialmente, o 3 Core Connections® de Wendy LeBlanc-Arbuckle nos ensina a diminuir as tensões corporais – e melhorar nossa prática de Pilates – ao explorar core como relação com a gravidade, nós mesmos, os outros e o nosso ambiente. Por Wendy Le Blanc Arbuckle

image218